Acreditados 13 novos cursos leccionados na UnISCED

TREZE novos cursos de licenciatura e mestrado leccionados na modalidade online no Instituto Superior de Ciências de Educação à Distância (UnISCED) acabam de ser acreditados.

Segundo o reitor da instituição, Isidro Manuel, que falava sexta-feira na Beira, na oitava cerimónia de abertura oficial do ano académico 2022, apesar das dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, houve resultados positivos, com destaque para a expansão da oferta formativa com a introdução de nove novos cursos de licenciatura, passando de 11 para 20, um crescimento em 81 por cento comparativamente a 2021.

Segundo o reitor, a UnICESD iniciou o presente ano académico com 18.224 estudantes contra os 12.304 matriculados em 2021, o que representa um crescimento em 48 por cento.

Enquanto isso, para o presidente do Instituto Africano de Promoção de Educação à Distância (IAPED), Roberto Felimone, é perceptível que o ensino superior em Moçambique é um desafio para que a sociedade esteja preparada para enfrentar situações presentes e futuras, olhando para as crises como oportunidades.

“Para isso, devemos evitarnser apáticos e medrosos dentro da universidade e da sociedade. Temos de ser criativos e engenhosos, procurando cada um contribuir para a resolução dos problemas que ameaçam o dia-a-dia da nossa sociedade e da própria universidade. Temos de ser criativos nas casas, nas nossas actividades e nos nossos trabalhos para produzirmos algo novo e melhor”, apelou.

Defendeu que resolver os problemas que a sociedade enfrenta é o que promove a criatividade e o espírito empreendedor no contexto universitário. E isso não pode acontecer sem se olhar para os desafios, principalmente da sustentabilidade que a própria universidade enfrenta no país.

“Estes desafios são resultantes da relação de interdependência existente entre a universidade e a comunidade onde se encontra inserida.
A história da UnISCED e os exemplos mencionados acima testemunham isso”, argumentou.