Please wait..
Vice-Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior participa no XIX Fórum Mundial de Educação

Vice-Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior participa no XIX Fórum Mundial de Educação

O Vice-Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Edson Macuácua, participou de 07 a 10 de Maio do ano em curso, no Centro Rainha Elizabeth II, na cidade de Londres, no Reino Unido, no XIX Fórum Mundial de Educação, encontro mundial de ministros que superintendem as áreas da educação, do ensino técnico-profissional e vocacional que visa promover a sustentabilidade da educação, bem como seu potencial para ajudar na compreensão e contribuir para a sustentabilidade global.

Sob o tema “Cuidando da Cultura, Construindo Resiliência e Promovendo a Sustentabilidade para uma Educação mais Forte, mais Ousada e melhor desde a sua Concepção”, o Fórum Mundial de Educação constitui oportunidade para os Estados estreitarem, ainda mais, os laços internacionais por meio do cometimento em torno da educação.

Espera-se, no âmbito da realização do Fórum Mundial de Educação, que as discussões ajudem aos participantes a adequarem suas políticas e acções práticas rumo a novos começos para uma educação mais forte, mais ousada e melhor, desde os primeiros anos, através da escola, faculdade e universidade para a aprendizagem ao longo da vida, bem como colher evidências e experiências para melhor apreender-se a contribuição que Governos, empregadores, comunidades, líderes, professores e alunos têm para a cultura de aprendizagem.

Dentre vários assuntos que serão abordados no evento em apreço, destacar-se-ão os relativos aos fundamentos da aprendizagem precoce, ao desenvolvimento de habilidades e a contribuição da tecnologia no processo de ensino e aprendizagem.

No evento em referência, serão igualmente abordadas questões em torno da análise de como podem ser elaboradas políticas para criar resiliência nos alunos, especialmente os menos favorecidos, em escolas, faculdades e universidades.

Durante o Fórum Mundial de Educação 2023, à semelhança das edições anteriores, haverá sessões plenárias com palestrantes inspiradores de todo o mundo, apresentações ministeriais e muitas oportunidades para discussões paralelas em torno da qualidade da educação.

À margem do XIX Fórum Mundial de Educação, os responsáveis africanos pelo sector da educação realizam à 10 de Maio em curso, uma reunião especial continental.

No evento em alusão, pretende-se abordar os desafios comuns na prestação de serviços de educação que prejudicam a obtenção de bons resultados de aprendizagem para os alunos do continente africanos; e promover o estabelecimento de bases para um novo Fórum de Educação na África.

Trata-se de desafios ligados a questões fundamentais, incluindo, entre outros, financiamento, governação da educação, qualidade, equidade, inclusão, acesso e aspectos tecnológicos.

Por sua vez, o Fórum em perspectiva será apoiado por uma rede de assessores técnicos e pesquisadores que irão debateria as grandes questões que o continente enfrenta ao nível nacional e aproveitaria o considerável acervo de conhecimentos administrativos e académicos africanos para o benefício colectivo.

Acredita-se que abordagens e plataformas de interacção do género, possam render dividendos para os sistemas educacionais em todo o continente africano, bem como o Fórum em projecção poderia criar bases eficazes para a preparação colectiva, mais frutífera e poderosa de grupos de estados-membros africanos em eventos globais sobre Educação.

FONTE: MCTES