Ensino bilíngue Mini-dicionário Matemática Português – Cicopi

O presente texto tem por objectivo apresentar o funciona-mento estrutural da língua Copi. O mesmo versa sobre a orto-grafia e a organização do nome na língua. O conhecimento da ortografia padronizada do Cicopi é, extremamente, importante porque permite consciencializar os leitores do uso de uma or-tografia padrão da língua em palavras usadas nos materiais de ensino, nomeadamente: livro do professor e livro do aluno do ensino bilingue.
O Cicopi é uma língua com pouca tradição escrita. A maior parte das pessoas que mais se empenharam na escrita desta língua foram os missionários ou padres. Um aspecto digno de realce é que o sistema ortográfico das línguas moçambicanas, em particular o Cicopi, ainda está em fixação e aperfeiçoamento, daí que, neste processo, haja casos em que ainda persistem algumas hesitações ou insatisfações em relação a certos símbolos ou princípios de escrita adoptados. A proposta que se faz neste texto já reflecte alguns desenvolvimentos que se têm registado no terreno, em particular no campo do ensino, desde o I Seminário sobre a Padronização das Línguas Moçambicanas passando pelo segundo e terceiro seminários. Recomenda-se que se use a simbolização dos sons (grafemas), padronizados no âmbito destes 3 seminários em alusão.
O texto encontra-se organizado da seguinte maneira: introdução, seguida duma secção em que se apresenta o sistema ortográfico do Cicopi. Nesta faz-se o levantamento dos grafemas da língua usados na simbolização das vogais e das consoantes, quer simples quer combinadas ou modificadas. Em seguida, apresentam-se as classes e prefixos nominais do Cicopi e, finalmente, a conclusão.
Cicopi
Segundo Ngunga e Faquir (2011), Sitoe e Ngunga (2000) e NELIMO (1989), a língua é falada predominantemente nas províncias de Inhambane e Gaza, principalmente nos distritos de Zavala, Inharrime, Homoíne em Inhambane e nos distritos de Manjacaze, Chidenguele, Chongoene, na província de Gaza. Esta língua tem cerca de 305 000 falantes segundo INE (2010) com as seguintes variantes segundo Sitoe e Ngunga (2000):
• Cindonje, falada em Inharrime.
• Cilenge, falada em Chidenguele, Nhamavila e partes de Chongoene.
• Citonga, falada em Mavila, Quissico, Guilundo, até ao limite com Jangamo.
• Cicopi, falada da Mavila até Madendere.
• Cilambwe, falada junto ao lago Quissico e na parte oriental de Chidenguele.
• Cikhambani, falada em Homoíne, partes dos distritos de Panda, Manjacaze e Chibuto.

Ficha Técnica
Autores: Rafael Sendela Chambela, José Vicente António Bisqué, Celeste Joaquim Matavele, Laurinda Moisés, Maria Bona, Castigo Wilson Fumo, Raimundo Francisco Cuave, Jorgete de Jesus, Anastácio Vilanculos, Idalina Libombo, David Langa, Crisófia Cristovão Langa, Artur António Folige e Artur Júlio Sulemane.
Tradutores: Amélia Francisco Naene, Daniel Ernesto Mandlate, Arminda Alfredo Buce, Filomena Rosário Cuambe, Maria António Sitoe, Paulo Fastudo Mungoi, Paulo Fenias Parruque, Vicente Francisco Maunde, Quitéria Alfredo Munguambe e Lourenço José Zunguene.
Título: Mini-dicionário de Matemática Português – Cicopi
Chamuselo ya mapswi ya Matematika
Cicopi – Português
Editora: Texto Editores
Disciplina: Matemática
Classe: Formacao de Professsores
Idioma: Português
Formato do Ficheiro: PDF
Ano de lançamento: 2013
Tamanho: 13 MB

DOWNLOAD VIA GOOGLE DRIVE

Ensino Bilingue em Moçambique
Ensino bilingue em Portugal
O que é ensino bilingue PDF
Vantagens do ensino bilíngue
Ensino bilíngue vantagens e desvantagens
Escolas bilingues Lisboa
Escolas bilíngues
Escola bilingue Braga